Izabella Bicalho cai no samba ao dar primeiro passo fonográfico com edição de EP

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2015 nas coxias das sucessivas temporadas de Sambra, musical em tributo ao centenário do samba – contados a partir de 1915 com a gravação de Pelo Telefone, considerado o primeiro registro do gênero – a atriz e cantora Izabella Bicalho abriu parcerias musicais com nomes como João Callado, Diogo Nogueira e Moyseis Marques.

Cinco anos após o bem sucedido espetáculo, Bicalho põe na rede Ilusão, EP no qual a atriz e cantora carioca cai no samba com suingue e desenvoltura geralmente raro em artistas com o canto talhado para o teatro musical tupiniquim.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Formado por cinco faixas, o trabalho, produzido em parceria com João Callado, traz temas como a faixa-título Ilusão (parceria de Callado com Moyseis Marques), as regravações de Na Baixa do Sapateiro (Ary Barroso) e Samba Azul (Ed Motta e Nei Lopes), e Pé de Maracujá (Beto Brown), faixa lançada como single no qual Bicalho samba com influência dos tambores dos terreiros cariocas. 

O samba Quebra Quebra (João Callado) encerra a (boa) seleção do álbum disponível nas plataformas digitais desde ontem, 27. Com carreira de sucesso no teatro musical, Izabella Bicalho já protagonizou espetáculos como Gota D’Água e Elizeth – A Divina, entre outros. Ouça abaixo o primeiro EP de Izabella Bicalho, que ainda deve render álbum e show agendados para o fim da quarentena de contenção e combate ao novo COVID-19 (Coronavírus). Quem viver…

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio