Jorge Fernando | Foto: Divulgação
Jorge Fernando | Foto: Divulgação

Ator e diretor que construiu nome indispensável na cultura da comédia popular brasileira, Jorge Fernando (1955-2019) ganhará um festival para chamar de seu. Pouco menos de dois anos após sair de cena, o artista será o homenageado do Festival Jorge Fernando de Esquetes, voltado a artistas da comédia de São Paulo.

O evento acontecerá ainda no primeiro semestre, sem data confirmada, no palco do Teatro União Cultural, o Paraíso, em São Paulo. Idealizado pelo ator, diretor e produtor Eduardo Martini, o Festival será a primeira ação cultural do artista durante seu período de gestão no teatro, inciado em 2020 e paralisado devido a pandemia do novo Coronavírus.

“Acredito que esse festival virá para mostrar que, mesmo numa adversidade como essa, nós conseguimos nos movimentar com segurança, respeito e seriedade”, declara Martini, responsável por estipular as regras do Festival, que receberá até 12 duplas com esquetes cômicas de até 10 minutos cada.

Um júri de três convidados decidirá os vencedores junto com os votos da plateia. A dupla vitoriosa ganhará pauta de um mês (ou oito apresentações) para temporada no palco do Teatro União Cultural.

Amigo de longa data de Jorge Fernando, Martini relembra que a dupla teve uma longa e antiga história pessoal e profissional. “Eu o levava para o Teatro Cândido Mendes para fazer a peça As Gralhas, com direção de Marcos Paulo, ficava até o fim, assistia todos os dias e levava ele de volta pra casa, depois fiz a mudança dele quando ele foi pra São Clemente, fiz o Não Fuja da Raia, a novela Deus nos Acuda e me arrependo de não ter feito As Mil e uma Encarnações de Pompeu Loredo, finaliza.