Maria Fernanda Cândido | Foto: Divulgação
Maria Fernanda Cândido | Foto: Divulgação

Não tivesse a pandemia do novo Coronavírus exigido o isolamento social e a quarentena preventiva como um dos principais meios de evitar a disseminação do vírus, a atriz Maria Fernanda Cândido estaria prestes a entrar em cena em Norma, peça de Aimar Labaki que conta a história da atriz e diretora Norma Bengell (1935-2013).

Com o adiamento da produção, Cândido agora se prepara para retornar à cena na pele de outra figura importante da história teatral. Trata-se de Salomé, personagem-título da peça escrita em 1891 pelo dramaturgo e escritor inglês Oscar Wilde (1854-1900) que narra a história bíblica da jovem que, após realizar a dança dos sete véus, exige como prêmio a cabeça do pregador João Batista numa bandeja de prata.

A direção será assinada por Sérgio Ferrara e a montagem deve estrear em 2021 tão logo esteja controlada a pandemia do novo Coronavírus.