Nicole Cordery arquiteta solo sobre fim dos dias de Zelda Fitzgerald

Atriz se mantém em cartaz online com espetáculo "Terra Medeia" enquanto ensaia outros três projetos

Publicado em 29/09/2021 09:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atriz carioca radicada em São Paulo e uma das mais ativas de sua geração, Nicole Cordery acaba de reestrear online Terra Medea, espetáculo que estrelou em junho deste 2021 e abocanhou uma indicação ao Prêmio APCA na categoria Melhor Espetáculo. A nova temporada faz parte da programação do projeto Palco Virtual, do Itaú Cultural.

Em paralelo, a artista ensaia Com Amor, Zelda, título provisório do solo inédito escrito pela atriz, diretora e dramaturga Daniela Schitini na qual se debruça sobre os últimos anos de vida da romancista norte americana Zelda Fitzgerald (1900-1948).

Internada em um hospital psiquiátrico para tratar de sua esquizofrenia, Fitzgerald conversa com seu marido, o romancista F. Scott Fitzgerald (1896-1940), morto anos antes. A obra perpassa a vida e as criações artísticas da escritora, falecida em 1948 num incêndio no hospital em que estava internada.

A obra deve chegar aos palcos em 2022 sob a direção de Schitini. Zelda Fitzgerald intensifica os laços de Cordery com personagens verídicos. A artista já deu vida à Rainha Cristina da Suécia (1626-1689) em Dissecar uma Nevasca, que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio APCA, à autora dinamarquesa Marie Caroline David (1865-1897) em A Noite das Tríbades, à escritora Alice B. Toklas (1877-1967) em Alice – Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo e à cronista Danuza Leão no ainda inédito Pequeno Manual Prático para a Vida Feliz.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio