Peça celebra centenário de Sophia de Mello Breyner e abre ciclo de discussão sobre obra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Considerada a maior poeta portuguesa de todos os tempos, Sophia de Mello Breyner Andersen (1919 – 2004) terá seu centenário lembrado com a encenação de O Nome das Coisas, peça de Henrique Zanoni estrelada por Suia Legaspe com estreia prevista para o dia 05 de julho, sexta-feira.

O espetáculo acompanha uma escritora atravessando o silêncio da madrugada e se debruçando sobre a vida e a obra de Breyner. A encenação, também assinada por Zanoni, é uma produção conjunta dos grupos Cia. dos Infames e Cia. Dramática em Exercício e cumprirá temporada na SP Escola de Teatro e faz parte de um ciclo de comemorações que acontecem ainda nas cidades de Lisboa, Porto e Lagos (Portugal), Macau (China), Roma (Itália) e Rio de Janeiro (Brasil), além, claro, de São Paulo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além do espetáculo, que fica em cartaz até dia 05 de agosto, de sexta a segunda-feira, a comemoração também contará com um ciclo de debates intitulado “Sophia e a Poética em Cena”, agendado para acontecer todos os domingos com a participação de nomes como a dramaturga e jornalista Marici Salomão, a Doutora e especialista na obra da poeta, Eloisa da Silva Aragão, a escritora e historiadora Micheliny Verunschk, a Doutora em literatura portuguesa Vivian Steinberg Milano e a dramaturga Silvia Gomez, entre outros nomes.

Com ingressos a R$ 20,00 (inteira), O Nome das Coisas dá continuidade a pesquisa da Cia. Dramática em Exercício, especialista no trabalho com a literatura unida a dramaturgia, além de contar também com a pesquisa da Cia. dos Infames, acostumada a trabalhar com a linguagem cinematográfica em suas peças.

Confira abaixo o roteiro do ciclo de debates sobre Sophia de Mello Breyner Andersen – poeta celebrizada anteriormente no Brasil há 13 anos, em disco gravado por Maria Bethânia tomando como base seus poemas, “Mar de Sophia”, de 2006.

7 de Julho: Num Mar de Sentidos: A poesia de Sophia no mundo contemporâneo – Com Paolo Pomo e Marici Salomão

14 de Julho: A Política da escrita e a escrita política: escrever sob o fascismo – Com Eloisa da Silva Aragão e Silvia Gomez

21 de Julho: A poesia na cena, a poesia em cena: apropriações e desafios –Com Micheliny Verunschk e Dione Carlos

28 de Julho: O Ator-Poeta – Com Vivian Steinberg Milano e Eliana Teruel

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio