Prestes a estrear obra sobre embate entre Picasso e o nazismo, Tapa arquiteta montagem de peça de Vianinha

ZéCarlos Machado estrelará espetáculo encenado originalmente em 1968

Publicado em 16/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Prestes a voltar à cena com a presença do público com a encenação de Um Picasso, texto de Jeffrey Hatcher que narra o embate entre o pintor espanhol Pablo Picasso (1881-1973) com uma componente do Ministério da Propaganda do regime nazista, o Grupo Tapa ja arquiteta o proximo espetaculo de sua trajetoria de mais de quatro décadas. 

O grupo montará entre 2021 e 2022 Papa Highirte, espetáculo escrito pelo dramaturgo paulistano Oduvaldo Vianna Filho (1936-1974), o Vianinha, que seria encenado em 2020, mas teve sua trajetória interrompida devido a pandemia do Coronavírus.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Montado originalmente em 1968, o espetáculo narra um golpe de Estado em formação prestes a derrubar um ditador de terceiro mundo, que embebido pelo poder, não se dá conta de que está prestes a ser deposto num movimento orquestrado por militares e pelo coronel braço direito de seu governo.

Sob a direção de Eduardo Tolentino de Araújo, ainda não há mais informações sobre o espetáculo, só o que deve se manter intacto é a escolha do ator ZéCarlos Machado para dar vida à personagem-título. Levando em conta a produção do grupo na última década, Papa Highirte deve cumprir temporada no palco do Teatro Aliança Francesa, na Vila Buarque, zona central de São Paulo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio