Rita Pisano substitui Natália Gonsales em estreia online de obra sobre guerra de mulheres curdas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Resultado de uma série de extensas pesquisas capitaneadas pela atriz e produtora Natália Gonsales acerca da realidade das mulheres soldado do Curdistão, Fóssil, espetáculo que estreou no início deste 2020, cinco anos após o início da imersão de Gonsales no tema, chega ao cenário digital a partir do dia 29 de agosto, sábado.

Com produção original orquestrada por Gonsales em parceria com a Contorno Produções, a obra, com texto de Marina Corazza (selecionado um dos destaques do primeiro semestre) sob a direção de Sandra Corveloni, chega ao universo online sem a presença da atriz, substituída por Rita Pisano.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com sessões de 29 a 31 de agosto, Fóssil traça paralelo entre a guerra das mulheres soldado do Curdistão e  Ditadura Militar do Brasil (1964-1986) ao localizar a personagem Ana (Pisano) em uma reunião com o empresário Luís (Nelson Baskerville) em busca de patrocínio para financiar um filme sobre a guerra do curdistão.

O passado da cineasta e do empresário são descortinados a medida que a peça avança e trata de temas como a alienação política, a xenofobia, o machismo e as mortes ainda hoje não explicadas no período ditatorial.

O espetáculo cumpriu bem sucedida primeira temporada no Sesc Pompéia, na zona oeste da capital, e teve sua segunda temporada, no Teatro Aliança Francesa, na zona central, interrompida devido a pandemia do novo Coronavírus.

As sessões digitais de Fóssil acontecem de 29 a 31 de agosto às 21h (sábado), 16h (domingo) e 19h (segunda-feira). Os ingressos custam de R$ 20,00 a R$ 150,00, vendidos na política da colaboração consciente. No sábado, 29, os ingressos são gratuitos. Para comprar ou reservar seu ingresso acesse o site da ticketeira Sympla.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio