A Desumanização - Foto: Edson Lopes Jr.
A Desumanização - Foto: Edson Lopes Jr.

Um dos projetos pioneiros em levar para o universo online uma série de espetáculos durante a pandemia do novo Coronavírus, o #EmCasacomoSesc, da rede Sesc São Paulo, inicia o processo paulatino de reabertura de seus espaços recebendo no palco dos teatros da rede espetáculos que ganharão transmissão ao vivo.

A partir desta quarta-feira, 07, a série recebe obras que serão transmitidas diretamente dos palcos do Sesc Santana e do Sesc Ipiranga. O projeto, contudo, dá continuidade a transmissão de espetáculos feitos diretamente das casas dos atores, diretores e dramaturgos ao redor do Brasil.

Nsta quarta-feira, Fernanda Nobre e Maria Helena Chira sobem ao palco do Sesc Santana para encenar a elogiada montagem de A Desumanização, adaptação teatral do premiado livro homônimo de Valter Hugo Mãe e que ganhou os palcos em 2019 sob a direção de José Roberto Jardim.

Já na sexta-feira, 09, a Companhia do Latão sobe ao palco do Sesc Ipiranga para encenar Lugar Nenhum, de Sérgio Carvalho com inspiração na obra do dramaturgo russo Anton Tchekhov (1860 – 1904). O espetáculo se passa numa casa de praia onde uma família de artistas se reúne para comemorar  o aniversário de seu filho. O encontro se transforma num debate ideológico e geracional sobre a arte e a política do Brasil. A direção é assinada por Carvalho.

O novo formato, ainda com transmissão via YouTube, é importante passo para uma alusão à retomada do mercado cultural pós-paralisação, uma vez que o Sesc se comprova ávido por recolocar em cena sua máquina de incentivo a produção cultura.  Os ingressos são gratuitos e as sessões acontecem a partir das 21h30.