Sophie Charlotte assume papel que foi de Cacilda Becker e Nathalia Timberg em peça de Tennessee Williams

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Peça tão obscura quanto sedutora na imensa obra do dramaturgo norte americano Tennessee Williams, O Anjo de Pedra ganhou duas montagens de sucesso no Brasil. A primeira, em 1950, foi estrelada por Cacilda Becker, enquanto a seguinte, em 1960, contou com Nathália Timberg encabeçando o elenco do Teatro Brasileiro de Comédia, o TBC.

Mais de 50 anos após sua última montagem, o espetáculo de Williams sobre uma jovem que renuncia ao amor e toma-se de razão, a fim de aceitar o universo ao seu redor, com um pai pastor e uma mãe com problemas mentais, ganhou montagem encenada por Inês Aranha. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com repercussão limitada, a montagem de Aranha serviu para reacender o interesse no texto do dramaturgo americano que, quase dez anos depois, ganhará sua quarta montagem brasileira.

Sob a direção de Nelson Baskerville, O Anjo de Pedra deve estrear em 2020 em São Paulo, e contará com a atriz alemã (naturalizada brasileira) Sophie Charlotte no papel da jovem Alma Winemiller, que fora vivida por Becker e Thimberg no século passado.

Esse será o retorno da atriz aos palcos 10 anos após sua passagem pelo elenco de Confissões de Adolescente, de Domingos de Oliveira. Na obra, Alma ainda encontra o médico John Buchanan Jr., que confronta a jovem com um estilo de vida oposto ao seu, questionando a exatidão de suas ideias. O elenco ainda não foi divulgado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio