As Mãos Sua | Foto: Divulgação
As Mãos Sua | Foto: Divulgação

Epetáculo que estreou timidamente no pao do Sesc Ipiranga e ganhou força a ponto de receber uma indicação ao APCA de melhor espetáculo, As Mãos Sujas, texto do escritor, filósofo, crítico e dramaturgo francês Jean-Paul Sartre (1905-1980), agenda sua segunda temporada a partir do dia 07 de fevereiro, no Centro Cultural São Paulo, na Vergueiro.

Assinada por José Fernando Peixoto de Azevedo, a encenação abre diálogo com a estética cinematográfica e se inspira na obra do cineasta baiano Glauber Rocha (1939-1981), em especial em Terra em Transe, título primordial do projeto de Cinema Novo, lançado em 1967.

Com elenco formado por Gabriela Cerqueira, Georgina Castro, Paulo Balistrieri, Paulo Vinícius, Rodrigo Scarpelli, Thomas Huszar e Vinicius Meloni (indicado ao APCA de Melhor Ator), As Mãos Sujas narra a história de um jovem intelectual que decide matar o líder de seu partido após surgir a proposta de uma aliança com conservadores. O músico Ivan Garro e o câmera Yghor Boy completam o time.

Em temporada de 07 de fevereiro a 01 de março, de sexta-feira a domingo, o espetáculo conta com sessões sempre às 20h e com ingressos de R$ 10,00 (meia) a R$ 20,00 (inteira). Nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro, semana de Carnaval, não haverá espetáculo.