Clarice Niskier busca contraponto à violência da pandemia em peça sobre reaproximação de um casal

Publicado em 15/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando a pandemia do Coronavírus exigiu a adoção de medidas de isolamento como principal forma de combate à rápida contaminação, a atriz, diretora e dramaturga Clarice Niskier passou a observar o número crescente de casos de violência doméstica e brigas familiares durante o (permanente) período de isolamento.

Crente de que haveria um outro lado inexplorado deste período forçado de convivência constante e obrigatória, a artista passou a pesquisar e escrever sobre casos de famílias que se reaproximaram e estreitaram os laços afetivos e casais que ressignificaram seus relacionamentos para conviver em paz.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rascunhando diálogos e cenas curtas, a artista gerou Coração de Campanha, espetáculo que chega ao palco do Centro Cultural do Banco do Brasil, na região central do Rio de Janeiro, a partir desta quinta-feira, 17.

A obra narra o dia a dia de um casal, que, prestes a se separar, decide adiar o processo por causa da quarentena e para dar apoio ao filho de 21 anos que, em meio a pandemia, viu ruir os planos futuros.

Dividindo a cena com Isio Ghelman, Niskier dá vida a uma atriz que, com os teatros fechados, se vê sem trabalho e sem renda, enquanto o ator vive um professor que, em casa, mantém o emprego garantido e um salário. O espetáculo enfoca a relação conflituosa entre a dupla e as formas que encontraram de se reaproximar durante o período de isolamento.

Além de celebrar as quatro décadas de trajetória artística de Niskier, Coração de Campanha marca também a vitoriosa parceria da artista com o diretor Amir Haddad, que, há 15 anos, puseram em cena A Alma Imoral, solo celebrado como um dos maiores sucessos do teatro nacional na última década.

Sem transmissão online, a obra cumpre temporada de 17 de junho a 08 de agosto, com sessões de quinta-feira a domingo, com sessões às 18h (quinta a sábado) e às 17h (domingos). Os ingressos custam de R$ 15,00 (meia) a R$ 30,00 (inteira). As vendas acontecem exclusivamente pelo site oficial da ticketeira Eventim.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio