Coletivo O Bonde promove bate-papo online com historiador e documentarista que jogaram luz na história que inspirou a peça

Publicado em 7/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O paulistano Coletivo O Bonde promove hoje, 07, um bate-papo entre a diretora Roberta Estrela D’Alva e o dramaturgo Lucas Moura, encenadora e autor de Desfazenda – Me Enterrem Fora Desse Lugar, com o historiador Sidney Aguillar e o documentarista Belisário Franco, responsáveis por jogar luz na história dos 50 garotos negros sequestrados de um orfanato no Rio de Janeiro e levados para a fazenda da família Rocha Miranda, no interior de São Paulo, para trabalhar como escravos entre as décadas de 1930 e 1940.

A história, descoberta por Aguillar e tratada em sua tese de doutorado, Educação, Autoritarismo e Eugenia = Exploração do Trabalho e Violência à Infância Desamparada no Brasil (1930-1945), ganhou as telas ao ser retratada em Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil (2016), de Franco, e chegou aos palcos em 25 de junho sob a produção d’O Bonde.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O bate-papo é gratuito e acontece a partir das 21h no canal oficial do coletivo, onde o espetáculo segue em cartaz com sessões às quartas-feiras às 20h, e de quinta-feira a domingo com sessões duplas às 20h e às 23h. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados via Sympla.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio