Crítica de Pinter à política norte americana ao vencer Nobel inspira Coletivo Comum em experimento online

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A polêmica vitória do dramaturgo Harold Pinter (1930-2008) no Prêmio Nobel de Literatura de 2005 gerou verdadeira combustão no mundo literário que não aceitou bem a laureação do dramaturgo inglês, e se viu ainda menos feliz quando se deparou com discurso crítico em que tecia comentários sobre a produção teatral contemporânea, o teatro político e a criação das personagens.

É tomando como base este icônico discurso que o Coletivo Comum (antiga Companhia Kiwi) estreia nesta sexta-feira, 23, Os Grandes Vulcões, experimento cênico que chega ao universo online utilizando da linguagem do teatro documentário para discutir temas levantados por Pinter em seu discurso derradeiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já debilitado devido ao câncer que o tirou de cena três anos após a premiação, o dramaturgo teceu críticas ainda sobre a política externa dos Estados Unidos da América e da Inglaterra, além de pôr o teatro em posição de discussão sobre sua capacidade de expressar a verdade.

Dirigido e roteirizado por Fernando Kinas, Os Grandes Vulcões é solo protagonizado por Fernanda Azevedo, e cumpre curtíssima temporada até o dia 28 de abril, de sexta a quarta-feira, sempre às 20h. A transmissão é gratuita e acontece através do canal oficial do Coletivo Comum no YouTube. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio