Nany People volta a São Paulo com solo musical em que canta de Chico Buarque a Zezé Di Camargo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando participou do reality musical exibido pela Rede Globo em 2019, Popstar, Nany People descobriu faceta artística que extrapolou seus dotes como atriz dramática e como comediante – uma das principais do país e principal expoente do stand-up comedy.

Pondo sua voz tamanha a serviço de repertório que foi de Chitãozinho & Xororó a Caetano Veloso, People construiu repertório próprio que pôs a prova com a estreia de Nany é Pop – Um Musical, solo musical que chegou ao universo digital em meados de novembro de 2020 e que chega a São Paulo a partir desta sexta-feira, 05, no Teatro Renaissance.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No espetáculo, que contará com a presença do público seguindo os protocolos de proteção contra o novo Coronavírus, Nany intercala casos e histórias de amor com repertório que passeia – em seleção nada óbvia – pelo cancioneiro romântico de nomes como Luiz Ayrão (Os Amantes) e Sérgio Reis (Coração de Papel) até títulos mais cínicos, como Sob Medida (Chico Buarque de Hollanda) e Banho de Piscina (João Falcão/ Adriana Falcão).

A artista ainda pretende mergulhar no romantismo de Zezé Di Camargo e Luciano (É o Amor) e recuperar Vidro Fumê, bom tema de Carlos Colla e Kaliman Chiappini subaproveitado em disco lançado por Ricky Vallen em 2009.

O espetáculo cumpre curtíssima temporada até o dia 26 de fevereiro, sempre às 21h (à exceção da sessão do dia 05, às 18h30). Os ingressos custam de R$ 35,00 (meia) a R$ 70,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio