Vencedora do Prêmio Bibi Ferreira, Fabi Bang encerra temporada da série Observatório em Casa

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A última convidada da primeira temporada da série de entrevistas diárias do Observatório em Casa, criado como meio de incentivo a quarentena preventiva de combate a disseminação do novo COVID-19 (Coronavírus), é a atriz e cantora Fabi Bang.

Com extensa carreira no teatro musical, Bang já esteve em produções como O Fantasma da Ópera (2005), A Bela e a Fera (2009), Cats (2010), Cabaret (2011), A Família Addams (2013) e O Homem de La Mancha (2014) até ganhar destaque por sua atuação em Kiss me Kate – O Beijo da Megera (2015), pelo qual recebeu o Prêmio Reverência na categoria Melhor Atriz Coadjuvante.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No ano seguinte conquistou o papel que lhe rendeu fama massiva dentro do teatro musical, a bruxa Glinda, na montagem do blockbuster juvenil Wicked, papel pelo qual recebeu o Prêmio Bibi Ferreira na categoria Melhor Atriz. Não fosse o isolamento social exigido pela disseminação do vírus Bang estaria em cena e O Canto de Ninguém, sua primeira peça de teatro fora da seara musical, escrita por Luccas Papp (com quem dividia a cena) sob a direção de Kleber Montanheiro.

Na entrevista de hoje, Bang relembra a trajetória artística e analisa o cenário do teatro musical no brasil. O bate-papo acontecerá excepcionalmente às 20h30 no perfil oficial do Observatório do Teatro no Instagram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio