Diogo Vilela arquiteta temporada de solo musical sobre Cauby Peixoto apresentado online

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em setembro de 2020, Diogo Vilela subiu ao palco do Theatro Claro Rio acompanhado da pianista Liliane Secco e do saxofonista Leandro Trocado, para estrear Cauby – Uma Paixão, monólogo musical derivado do musical Cauby, Cauby, encenado originalmente em 2006 estrelando Vilela, que voltou ao papel em 2018 na remontagem do espetáculo.

Escrito e dirigido por Flávio Marinho (também autor do musical original), Cauby – Uma Paixão enfileira alguns dos clássicos do repertório de Cauby Peixoto (1931-2016), mesclando canções e histórias que marcaram a vida e a trajetória artística do homenageado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Previsto para voltar aos palcos, desta vez com a presença do público, tão logo haja controle da pandemia do novo Coronavírus, Cauby – Uma Paixão será um dos projetos a celebrar os 90 anos de vida que Cauby celebraria neste 2021.

Entre as canções escolhidas para compor o espetáculo (com direção musical de Liliane Secco) estão títulos como Ave Maria no Morro, A Pérola e o Rubi, Molambo e temas como Eu e a Brisa e Samba do Avião.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio