Eduardo Martini anuncia retomada de distanciamento dentro de espetáculos teatrais durante alta da Covid

Ator, diretor e gestor do Teatro União Cultural, artista reestreia três espetáculos no fim de semana

Publicado em 13/01/2022 11:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ator, diretor, produtor e atual gestor e programador do Teatro União Cultural, em São Paulo, Eduardo Martini, anunciou a retomada de medidas de prevenção ao Coronavírus na abertura da programação do espaço neste 2022.

Adotada por grandes eventos, a apresentação do passaporte de vacinação será obrigatória dentro do espaço, além da já habitual obrigatoriedade do uso de máscaras e a disponibilização de álcool em gel. Contudo, a partir desta sexta-feira, o produtor anunciou a readoção do distanciamento de assentos como modo de prevenir o contágio.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Martini volta à  medida usada no início da retomada cultural, quando a capacidade dos espaços ainda era restrita e deveria-se adotar um distanciamento mínimo entre os assentos da plateia.

O artista volta à cena a partir de amanhã, 14, quando reestreia a comédia Uma Lágrima para Alfredo, e no sábado, quando volta a viver o estilista Clodovil Hernandes (1937-2009) no drama biográfico Simplesmente Clô. Já no domingo, 15, o ator Raphael Gama volta a viver a cantora Aracy de Almeida (1914-1988) no solo biográfico Araca. Os ingressos já estão à venda.

Martini volta a adotar medidas que também serão aplicadas durante a temporada de Escola de Mulheres, o clássico de Molière (1622-1673) dirigido por Clara Carvalho e estrelado por Brian Penido Ross que chega ao palco do Teatro Aliança Francesa também nesta sexta-feira. No teatro, as medidas de prevenção não haviam sido abandonadas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio