Ex-Secretário da Cultura, André Sturm protesta contra grandes corporações abertas durante a pandemia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ativista cultural, diretor do Cine Petra Belas Artes e ex-Secretário da Cultura de São Paulo durante a gestão de João Dória Jr. (ano), André Sturm usou suas redes na última quinta-feira, 15, para protestar contra “3 grandes empresas com suas lojas abertas”.

O profissional fez o desabafo – intitulado Injustiça – para jogar luz para o fato de lojas da Kalunga, Lojas Americanas e Kopenhagen permanecerem com suas lojas abertas enquanto São Paulo vive a fase vermelha do plano de contenção e combate ao Coronavírus, o que prevê que serviços não essenciais não funcionem na capital.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta fase, cinemas, teatros, museus, entre outros espaços culturais, estão proibidos de funcionar, o que tem causado verdadeiro caos e apagão financeiro no mercado da cultura das artes. Em seu post, Sturm não faz menção direta a espaços como o Cine Petra Belas Artes, mas busca jogar luz sobre o fato de pequenas e médias empresas permanecerem fechadas obedecendo ao Plano São Paulo.

Confira abaixo o post completo:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio