Fundador do Teatro de Incêndio, Marcelo Marcus Fonseca critica onda de lives e vídeos durante pandemia: “deixa o teatro dormir”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ator, diretor e dramaturgo fundador do grupo paulistano Teatro de Incêndio, Marcelo Marcus Fonseca publicou na noite do último domingo um vídeo no qual critica a onda de lives e vídeos de atores interpretando textos clássicos durante o processo de quarentena de contenção do novo COVID-19 (Coronavírus).

No vídeo, resultante justamente de uma live, o profissional cobra medidas menos “egocêntricas” da classe, e enumera ações realizadas por companhias e associações teatrais para arrecadar fundos e distribuir cestas básicas para profissionais da arte. Confira a crítica do profissional clicando aqui.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio