Hugo Bonemer estrela curta musical baseado em sucesso Off-Broadway

Publicado em 25/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ator, cantor e diretor que se sobressaiu como um dos principais nomes do teatro musical brasileiro desde que estrelou a remontagem nacional do clássico da contracultura Hair (2010), sob a direção de Charles Möeller e Claudio Botelho, Hugo Bonemer chega às telas a partir de segunda-feira, 28, quando co-estrela A Hora em que Partiu, curta musical dirigido por Rainer Defensor.

Com músicas e letras assinadas por Adam Grown, Ordinary Days estreou no circuito off-Broadway em 2008 narrando a história de quatro nova iorquinos que têm seus caminhos entrelaçados a partir de acontecimentos que tem a cidade de Nova Iorque como pano de fundo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A obra ganhou sua primeira versão brasileira em 2016, numa produção do Centro de Estudos e Formação em Teatro Musical encenada no Teatro Serrador, no Rio de Janeiro, sob a direção de Reiner Tenente e estrelada por Caio Loki, Fernanda Gabriela, Gabi Porto, Julia Morganti, Mauricio Alves, Tecca Ferreira e Bonemer.

Adaptada para as telas por Hugo Kerth, que assina a produção e co-estrela o curta, A Hora em que Partiu pincela uma das histórias apresentadas no espetáculo narradas a partir de duas das canções compostas por Grown executadas por Leonardo Pinto (violino), Thalyson Rodrigues (piano).

Localizado em pleno 11 de setembro de 2000, o curta narra a história por trás da separação de Jason (Bonemer), que recebe uma ligação de seu ex-namorado (Kerth) meses após o término. O motivo da ligação e o laço que ainda os liga dita o ritmo do filme, que contará com exibição gratuita a partir do dia 28 de junho, às 18h, até o dia 28 de julho. Os ingressos podem ser retirados via Sympla.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio