Marcos Caruso arquiteta nova temporada de peça que lhe rendeu Shell

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após cumpir bem sucedida temporada em Portugal do espetáculo Intimidade Indecente, com Vera Holtz, o ator, diretor e dramaturgo Marcos Caruso se prepara para voltar aos palcos do Brasil com O Escândalo Philippe Dussaert, de Jacques Mougenot, no qual narra a trajetória do pintor e copista Philippe Dussaert, que sonhava em ter sua arte reconhecida.

Ao longo dos anos, Dussaert começa a copiar obras famosas de pintores como Da Vinci, Monet, entre outros, retirando elementos vivos, como pessoas e animais, e deixando apenas a paisagem. Sua fama começa a crescer até que, no ápice, culmina no escândalo que dá título à obra.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Caruso pretende retomar o espetáculo com uma turnê por seis cidades a serem decididas ainda. Por hora, só a confirmação de que o ator passara por São Paulo (onde realizou temporada em 2018) e no Rio de Janeiro, onde o espetáculo estreou.

Por seu desempenho em O Escândalo Philippe Dussaert, Caruso recebeu o Prêmio Shell de 2017.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio